X

EDS Logo

Parabólica

Publicado em 02/03/2021 às 00:50.

Canais do hot point brasileiro deverão migrar para banda Ku

Processo de migração deve ocorrer antes da ativação dos sinais 5G de telefonia móvel.
A ANATEL definiu os detalhes do leilão de frequências 5G para o Brasil, parte das frequências da Banda C serão destinadas para 5G, com isso, a Banda C sofrerá alterações, perdendo parte de sua capacidade, visto que 5G deve utilizar as frequências entre 3.300 e 3.800 MHz.

Por enquanto, a Banda C continuará existindo, porém com uma faixa menor, entre 3.800 e 4.200 MHz, mais a Banda C Planejada, que utiliza as frequências entre 4.500 e 4.800 MHz, atualmente disponível em alguns satélites, como SES 6 e Eutelsat 65 West A.

O Hot Point brasileiro, que transmite sinais analógicos e digitais na Banda C dos 70º Oeste, deve migrar para Banda Ku, com isso, as transmissões analógicas migrarão para o sistema digital. Ainda não há definições sobre a posição a ser utilizada, já que os 70º Oeste (onde está a banda C) hoje é utilizada para serviços DTH de TVs Pagas do Brasil e América Latina na Banda Ku. Para as demais posições, especialmente as internacionais, as transmissões devem sofrer alterações de frequências, para a faixa acima de 3.800 MHz, como já tem ocorrido na América do Norte.

Com esta migração, antenas menores (60 cm) poderão ser utilizadas para recepção das frequências, no sistema DTH (Direct to Home), porém, o ideal será optar pelo uso de antenas de 75 cm ou maiores para o sul e sudeste, por exemplo, para evitar perdas de sinal com chuvas. As antenas fechadas de 1,35m ou 1,5m poderão ser adaptadas para uso na Banda Ku, trocando o LNBf, por um compatível com a Banda Ku e específico para o tipo de antena, e fazendo alterações no encaixe do LNBf.

Aceitar SairO EDS Blog utiliza cookies e tecnologias semelhantes para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao utilizar nossos nossos serviços, você concorda com o uso destas tecnologias, mais informações.